quinta-feira, 2 de maio de 2013

AS LEIS DE DEUS SÃO ESTABELECIDAS NO SINAI



Revista Manancial-lição 05


AS LEIS DE DEUS SÃO ESTABELECIDAS NO SINAI

TEXTO ÁUREO
 Então disse o SENHOR a Moisés: Sobe a mim ao monte, e fica lá; e dar-te-ei as tábuas de pedra e a lei, e os mandamentos que tenho escrito, para os ensinar (Êx 24:12)
VERDADE  APLICADA
As leis e os mandamentos serviram para Israel com indicação ao caminho certo.
TEXTO BÁSICO  Êx 19:1-13
1 Ao terceiro mês da saída dos filhos de Israel da terra do Egito, no mesmo dia chegaram ao deserto de Sinai,
2 Porque partiram de Refidim e entraram no deserto de Sinai, onde se acamparam. Israel, pois, ali se acampou em frente ao monte.
3 E subiu Moisés a Deus, e o SENHOR o chamou do monte, dizendo: Assim falarás à casa de Jacó, e anunciarás aos filhos de Israel:
4 Vós tendes visto o que fiz aos egípcios, como vos levei sobre asas de águias, e vos trouxe a mim;
5 Agora, pois, se diligentemente ouvirdes a minha voz e guardardes a minha aliança, então sereis a minha propriedade peculiar dentre todos os povos, porque toda a terra é minha.
6 E vós me sereis um reino sacerdotal e o povo santo. Estas são as palavras que falarás aos filhos de Israel.
7 E veio Moisés, e chamou os anciãos do povo, e expôs diante deles todas estas palavras, que o SENHOR lhe tinha ordenado.
8 Então todo o povo respondeu a uma voz, e disse: Tudo o que o SENHOR tem falado, faremos. E relatou Moisés ao SENHOR as palavras do povo.
9 E disse o SENHOR a Moisés: Eis que eu virei a ti numa nuvem espessa, para que o povo ouça, falando eu contigo, e para que também te creiam eternamente. Porque Moisés tinha anunciado as palavras do seu povo ao SENHOR.
10 Disse também o SENHOR a Moisés: Vai ao povo, e santifica-os hoje e amanhã, e lavem eles as suas roupas,
11 E estejam prontos para o terceiro dia; porquanto no terceiro dia o SENHOR descerá diante dos olhos de todo o povo sobre o monte Sinai.
12 E marcarás limites ao povo em redor, dizendo: Guardai-vos, não subais ao monte, nem toqueis o seu termo; todo aquele que tocar o monte, certamente morrerá.
13 Nenhuma mão tocará nele; porque certamente será apedrejado ou asseteado; quer seja animal, quer seja homem, não viverá; soando a buzina longamente, então subirão ao monte.

OBJETIVOS
1-Compreender o propósito da lei
2-Aprender á separar as leis cerimoniais das leis morais

INTRODUÇÃO
A palavra “lei” vem do vocábulo latim “lege”, do Hebraico “torah” e do grego “nomos”, e na bíblia é muitas vezes utilizada para se referir ao Pentateuco ou os primeiros cinco livros de Moisés (Lucas 24:27). Tem um significado mais abrangente de preceito ordenado emanado da autoridade soberana. A lei da por Deus á Moisés no Sinai foi essencial para que a nação de Israel vivesse de forma organizada como nação, uma vez que a lei regulava sobre a conduta moral e social do povo. Se não houvesse “lei” a vida seria um caos. É necessário que vivamos em obediência tanto as leis de Deus como as dos homens. Nesta lição iremos estudar sobre as leis do Sinai, procurando exaurir verdades práticas para serem aplicadas em nossas vidas.
I-O PACTO DE DEUS COM POVO DE ISRAEL NO SINAI
Após o Povo Israel viver por um grande período em um ambiente idolatra, agora teria que ser um povo totalmente consagrado ao Senhor. Deus os tirou da servidão de maneira maravilhosa e os transformou em estado de nação independente. Foi ali no Sinai, depois de andarem por um pouco tempo, que Deus estabeleceu com eles um pacto, para que fosse sua nação santa (Êx 19.5). Para que se firmasse esse pacto Israel foi instruído por Deus a preparar-se por três dias (Êx 19.5-11). Por meio de Moisés Deus revelou o decálogo, e outros preceitos e instruções para observância das festividades sagradas. Sobe à liderança de Arão, dois de seus filhos e setenta anciãos (Êx 24.1), o povo adorou a Deus com oferendas queimadas e pacíficas (Êx 24.5). Logo depois que Moisés leu o livro do pacto, o povo respondeu aceitando as condições impostas por Deus (Êx 24.7). O sangue aspergido sobre o altar selava o acordo entre Israel e o próprio Deus (Êx 24.6-8), a Israel foi assegurado que seria conduzido á terra de Cannã no devido tempo, porém o povo deveria obedecer às condições do pacto. Á exemplo disso a antiga geração do Povo de Israel não puderam entrar na terra prometida por desobediência, exceto Josué e Calebe. É bom lembrar que Jesus fez um pacto com sua Igreja e a base desse pacto é a obediência.
II-A CLASSIFICAÇÃO DAS LEIS DADAS NO SINAI
 Podemos classificar as leis que Deus deu ao seu povo no Sinai em três partes as quais veremos neste tópico, com o propósito de extrair lições para as nossas vidas.
1-Decálogo
O decálogo refere aos dez mandamentos ou também chamado de as dez palavras (Êx 20. 1-26, Dt 5.1-21). Lembre-se de que o “Decálogo” está dividido em duas partes. Os quatro primeiros mandamentos tratavam dos deveres do povo de Israel para com Deus e os seis restantes tratavam dos deveres entre eles. Estas leis são introduzidas mediante a lembrança das bênçãos da redenção divina sobre a nação de Israel (Êxodo 20:1-2). Isto era para lembrá-los da dívida que tinham com Deus e do Seu amor para com eles. Os homens facilmente se esquecem que a lei de Deus não é o fruto de um ato egoísta de um tirano, mas são os preceitos de alguém que tem em mente o nosso melhor interesse.
2-As leis morais
É bom lembrar que as leis morais são ordenanças, ou seja, um conjunto de normas que regulavam a conduta do povo. Israel precisava saber administrar as relações com diversos tipos de pessoas. Por isso houve á necessidade de criar leis, como por exemplo: leis acerca dos servos, dos homicidas, das relações de pais e filhos, da propriedade, da imoralidade e idolatria, do falso testemunho e outras mais. É válido lembrar que não estamos vivendo mais na antiga aliança, porém como povo da Nova Aliança temos a lei está escrita em nossos corações (Hebreus 10:16). Ao ler o Novo Testamento, qualquer pessoa pode notar quantas vezes a lei moral de Deus é mencionada. Estas leis não foram dadas como um meio de salvação, mas como um padrão de conduta e demonstram a natureza justa do caráter de Deus (Ef 4:28; 6:1-3; I Jo 5:21).
3-As leis cerimoniais
As leis cerimoniais foram dadas á Israel como orientações básicas acerca das celebrações das festas solenes do culto divino ao Senhor. Era referente à liturgia em geral, inclusive com o cerimonial dos sacrifícios e consagrações sacerdotais (Êx 23.14-19,29. 1-46). É de nosso entendimento que a “torah” incluía todos essa leis, bem como o conjunto das tradições e literaturas religiosa do judaísmo. Alguns estudiosos afirmam que existia cerca 613 preceitos legais na época dos fariseus.
III-AS LEIS DADAS NO SINAI SÃO RESUMIDAS
Na nova aliança, podemos vê que o resumo da lei do Sinai encontra-se registrado nos ensinamentos do apóstolo Paulo, quando ele diz: “Não adulterarás, não matarás, não furtarás não cobiçarás, e, se há qualquer outro mandamento, tudo nesta palavra se resume”: “Amarás o teu próximo como a ti mesmo” (Rm 13.8-9). O texto é enfático, o Amor é o cume da lei, constituindo-se também no cumprimento dela (Rm 13.10). Sendo á lei resumida em “Amar o próximo como a ti mesmo, entendemos que cumprindo esse princípio estaremos cumprindo os demais. O fato de o amor cumprir a lei revela a perfeição da natureza de Deus (Rm 13:8; I Jo 4:8). As leis do Sinai deveriam ser cumpridas ao pé da risca, se não cumpridas o preço era alto, dependendo da infração o pagamento poderia até ser apedrejamento e isso nos mostra á seriedade da lei. Agora no tempo da graça, á única dívida que temos para com lei é, no cumprir dela, só amar (1Jo.3.11,Rm 13.8), isso é o bastante, pois se amarmos o nosso próximo estaremos amando á Deus e obedecendo-o (1Jo.4.7).
CONCLUSÃO
A lei veio para revelar ao homem seu estado de pecador e a necessidade de Cristo (Rm 3:19-20; Rm 7:9). Ela descreve o comportamento que o homem deve ter. Mostra as exigências que o homem deve cumprir para não cair. Enfim, com já dissera alguém, que á lei é como um “termômetro que indica á doença ou á saúde, sem ser de forma alguma um remédio”.
QUESTIONÁRIO
1-Segundo a lição o que selava o pacto de Deus com Israel?
2-O que significa “Torah”?
3-Dê a classificação das leis do Sinai.